Wednesday, 31 March 2010

Fly Song

5 comments:

Anonymous said...

http://danca-dos-erros.blogspot.com/2008/06/shoot-me-down.html

:)

beijo*

(esta música...)

vanessa

FLY said...

Sim, lembro-me mto bem. Esta música não se esquece, nunca!

Bj*

White Flower said...

Com as mãos fechadas tropeçamos
nas palavras que nem chegam à boca inteiras
Serão elas verdades ilusórias
ou ainda as coisas verdadeiras:

Objectos presentes do passado
em que molhamos as mãos primordiais
Objectos tão abjectos quando somos
o único presente e nada mais

Vertiginosamente recordamos
como foi beber do amor a sua água
Mas por que é que cerramos as mãos
como quem fecha os olhos?

Porque nos fascina o vidro do Inverno
os livros as roupas os corpos já ardidos
assim que novamente respiramos
o tempo em que fomos iludidos

Como fechamos as mãos ao amor
quando ele vem de madrugada e reacende
o tempo que era o nosso e o tremor
do instante em que tudo se concede


- António Carlos Cortez -

White Flower said...

Tens razão, ouvir este homem não arrepia só a pele... arrepia a alma...
.........................
Adoro a foto...

Anonymous said...

Nice song....(Sungirl)