Tuesday, 19 July 2011

Fly Song



.

6 comments:

Anonymous said...

Apoesia e o bom gosto de sempre. Daqui vejo o dourado da praça, grupos de sombras que a atravessam e, mais ao fundo, o rio azul-escuro atravessado por cacilheiros. Abraços. António

augusta said...

em comunhão com a natureza

belíssima foto
grande som!

;)

FLY said...

António:

Deste lado, por vezes, vê-se a falta que algumas pessoas nos fazem.

Abraço (grande).

Anonymous said...

nem imaginas a falta que algumas me fazem neste lado. Abraços. António

augusta said...

bjs

White Flower said...

Podíamos saber um pouco mais
da morte. Mas não seria isso que nos faria
ter vontade de morrer mais
depressa.

Podíamos saber um pouco mais
da vida. Talvez não precisássemos de viver
tanto, quando só o que é preciso é saber
que temos de viver.

Podíamos saber um pouco mais
do amor. Mas não seria isso que nos faria deixar
de amar ao saber exactamente o que é o amor, ou
amar mais ainda ao descobrir que, mesmo assim, nada
sabemos do amor.


- Nuno Júdice -